terça-feira, 13 de maio de 2008

Cansaço.

É a confusão que se instala
É nunca saber o que é certo
Ou tão pouco o errado
É contentar-se com pouco
Ou nunca estar contente
É viver sem saber bem porque
Mas não deixar de querer viver
Viver com medo o hoje, pelo que doeu ontem
E viver o hoje com medo da dor do amanhã
É tentar sorrir
Mas acabar sempre por chorar
É querer acreditar que é possivel
Quando no fundo tudo nos diz que é em vão
É quando o coração quer
E a alma dói
Que fazer?
Por onde ir?
E qual o caminho?
Perdi-me!
Sinto coisas que não sei o porquê
E outras que nem sei definir
Umas confundem,
Outras magoam
E também há sempre aquelas que me apertam
Mas fazem sentir tão bem
O dia nasce
E o sol traz com ele uma luz de esperança
À noite
Momentos de pura magia
Que em poucos segundos
Se transformam
Numa solidão tremenda e numa dor insuportável.
É querer sempre o dia de sol
E as noites de luar
É querer um chão
Em vez de um abismo
É sonhar hoje
E tentar concretizar amanhã
Sinto-me cansada...de fracassar.

2 comentários:

Annie. disse...

Meu amor :D
Fizeste muito bem criar um blogspot. ^^ Faz bem escrever não faz? Parece que nos alivia mais um pouquinho. E tu sabes o quanto me encontro em cada palavrinha dessas.

Beijinho *
amo-te melhor amiga. <3

só nós os dois é que sabemos disse...

O cansaço vive em nós mas fracassar depende apenas dos nossos olhos. Por vezes eles veem apenas o falhanço mas esqueçem as vitorias que antecederam.
Força.
kiss**