quarta-feira, 25 de junho de 2008

Só...

A suavidade com que tudo o que nos cobre desaparece
O som da agua gelada que escorre mesmo ao nosso lado
A tua mão molhada que me percorre
Os teus beijos, os nossos arrepios
O calor do teu corpo junto ao meu
Em contraste com a agua fria que escorre por nós
E se intromete entre os nossos beijos
Explorar cada cantinho de ti
Explorares cada cantinho de mim
Sentir-te junto a mim
Levares-me longe, e com cada toque
Sentir que não te posso desejar mais
Só eu e tu!
Ir e voltar...
E que nunca acabe desejar.



1 comentário:

Annie. disse...

O teu marido anda-te a deixar com muitos desejos. Acho que vou ter que conversar com ele, ai ai! :p
Oh amour, e lançares um livro heim?! Olha que eu acho que tinhas sucesso! ahaha x)